Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
Home Política Ataques em Cabo Delgado: FDS e força aliada do Ruanda ocupam posições “importantes” dos rebeldes em Mocímboa da Praia

Ataques em Cabo Delgado: FDS e força aliada do Ruanda ocupam posições “importantes” dos rebeldes em Mocímboa da Praia

by Claudia Guila
0 comment

Fonte: Carta Mz

Uma operação conjunta entre as forças moçambicanas e ruandesas resultou na ocupação das principais posições dos grupos armados ao redor da vila de Mocímboa da Praia, “quartel-general” dos insurgentes, disseram hoje à Lusa várias fontes.

Mocímboa da Praia, onde foi registado o primeiro ataque dos grupos insurgentes em outubro de 2017, encontra-se cercada pela força conjunta e poderá ser recuperada, “a qualquer altura”, referiu uma fonte ligada ao Exército moçambicano.

A força conjunta ocupou as posições dos insurgentes em Awasse e Diaca, em Mocímboa da Praia, tendo apreendido diverso material bélico dos rebeldes e abatido vários membros dos grupos armados, disse à Lusa outra fonte, ligada ao Ministério da Defesa de Moçambique, que acrescentou que as operações contam com o apoio da aviação militar.

Após as operações da força conjunta, o comandante-geral da Polícia da República de Moçambique visitou a localidade de Awasse, onde garantiu que a intenção é permanecer nos pontos ocupados.

“A tendência é de melhorar cada vez mais naqueles pontos onde as Forças de Defesa e Segurança, em conjunto com as forças ruandesas, estão a conquistar”, declarou à comunicação social Bernardino Rafael, avançando que os terroristas em Mocímboa da Praia vandalizaram várias infraestruturas, com destaque para a rede elétrica.

A vila costeira de Mocímboa da Praia, por muitos apontada como a “base” dos insurgentes, é uma das principais do norte da província de Cabo Delgado, situada 70 quilómetros a sul da área de construção do projeto de exploração de gás natural conduzido por várias petrolíferas internacionais e liderado pela Total.

A vila tinha sido invadida e ocupada durante um dia por rebeldes em 23 de março do ano passado, numa ação depois reivindicada pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico, e foi, em 27 e 28 de junho, palco de longos confrontos entre as forças governamentais e os grupos insurgentes, o que levou à fuga de parte considerável da população.

You may also like

Leave a Comment

Para nós, a comunicação é dinâmica e assume diversas formas, por isso oferecemos um vasto leque de soluções que permitem obter a percepção sobre a marca e definir as melhores mensagens e formatos para impactar no mercado.

Blog

Press Releases

Todos os Direitos Reservados

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00