Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024
Home Economia e Negócios Dívidas a gasolineiras levam ao atraso de voos na LAM

Dívidas a gasolineiras levam ao atraso de voos na LAM

by Bernardo Mabjaia
0 comment

Fonte: O País Online

A empresa Linhas Aéreas de Moçambique atrasou cerca de cinco voos marcados para hoje, devido à falta de combustível para abastecer as
aeronaves. O jornal O País sabe que a razão de fundo é que a LAM está com altas dívidas às gasolineiras. O problema afectou mais de mil
passageiros.

As aeronaves da LAM ficaram em terra mesmo quando era para estarem a voar. Por causa disso, acabaram por cair por terra todos os planos dos passageiros que ficaram retidos na sala de embarque.

Durante toda a manhã de ontem e grande parte da tarde, os corredores do Aeroporto Internacional de Maputo estiveram abarrotados. A razão é que se tinham juntado passageiros de diferentes voos e que tinham diferentes destinos. Todos os voos atrasaram-se.
A informação do atraso estava na tela de informações, mas oralmente ia havendo actualização de tempo em tempo. Segundo os passageiros com quem o “O País” conversou, as remarcações aconteciam de hora em hora,
e, a dado momento, as pessoas que davam essas actualizações desapareceram.

“Chegámos aqui às 09 horas para fazer o check-in. Era suposto partirmos às 11h, mas só depois dessa hora é que soubemos que havia um adiamento. Mesmo essa informação só tivemos quando procurámos saber”, disse um dos passageiros que não se quis identificar.
São cerca de cinco voos afectados, incluindo Maputo-Pemba, Maputo-Quelimane, Harare-Lusaka-Maputo e Inhambane-Maputo. Mais de
mil passageiros com agendas baralhadas. Sobre a razão dos atrasos?

“Não nos disseram nada. Só diziam que estão atrasados”, disse outro passageiro.
Bom, eles, os passageiros, podem até não saber, mas o “O País” sabe. Os atrasos foram causados por dívidas que a companhia tem com as
gasolineiras que fornecem combustíveis para os aviões.

São mais de 600 milhões de Meticais devidos à Petromoc, 42 à Puma e mais de 27 mil dólares em Harare.

Esta situação surge num contexto em que, no ano passado, a consultora Fly Modern Ark, contratada pelo Governo para resgatar a companhia, tinha dado a entender que todas as impurezas da gestão estavam a ser limpadas e, que, por isso, a empresa estava a ser mais produtiva. Mas parece que ainda há muito por fazer, a começar por pagar as dívidas que
levaram a que as aeronaves ficassem em terra.
Esta não é a primeira vez que isto acontece na LAM. Em 2018, foi numa situação destas que o anterior Conselho de Administração acabou
afastado, tendo sido substituído pela actual direcção.

Contactámos a empresa Linhas Aéreas de Moçambique, através da sua direcção e Departamento de Comunicação, e o que nos foi dito é que a companhia aérea não se iria pronunciar sobre o atraso destes voos.

You may also like

Leave a Comment

Para nós, a comunicação é dinâmica e assume diversas formas, por isso oferecemos um vasto leque de soluções que permitem obter a percepção sobre a marca e definir as melhores mensagens e formatos para impactar no mercado.

Blog

Press Releases

Todos os Direitos Reservados

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00