Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
Home Política Esquemas de corrupção voltam a facilitar contrabando da madeira em Sofala

Esquemas de corrupção voltam a facilitar contrabando da madeira em Sofala

by admin
0 comment

Os esquemas de corrupção continuam a lesar os cofres do Estado e a facilitar o contrabando da madeira em touro no território nacional. Há dias, 280 mil Meticais em multas foram perdidos pelo Estado moçambicano, no Posto Administrativo de Tica, distrito de Nhamatanda, província de Sofala, depois de um grupo de “predadores” ter facilitado a passagem, dos postos de controlo, de dois camiões articulados da marca Freightliner carregados de madeira em touro.

Segundo as fontes, o facto ocorreu na Estrada Nacional Nº 280, onde fiscais florestais interpelaram dois veículos pesados de carga, transportando madeira em touro da espécie umbila. Após solicitarem os documentos relacionados à carga transportada, os fiscais constataram haver inúmeras irregularidades, entre elas, o não preenchimento da guia de carga; a ausência da indicação da data de validade do transporte da madeira; a não especificação da data do corte da madeira; e a omissão da quantidade de toros de madeira que estava sendo transportada.

À “Carta”, as fontes contaram, por exemplo, que os documentos apresentados indicavam que os camiões transportavam 59 toros, enquanto, na verdade, levavam um total de 90 toros.

Como forma de dar seguimento ao caso, contam as fontes, os fiscais solicitaram uma brigada da Agência Nacional para o Controlo da Qualidade Ambiental (AQUA), que se deslocou ao local, porém, para o espanto de todos, poucos minutos após a chegada desta brigada, os condutores dos dois camiões foram dispensados. Alega-se que a brigada da AQUA tenha recebido uma suposta chamada de um deputado, que alegadamente terá dito que o problema já havia sido resolvido mediante o pagamento de 40 mil Meticais.

As fontes não esclareceram qual era a finalidade do suposto valor pago para sanar os problemas, pois, dizem elas, a multa a ser aplicada aos dois camiões seria de 280 mil Meticais. A nossa reportagem não conseguiu apurar a veracidade do suposto envolvimento do referido deputado.

Entretanto, as fontes sublinham que os esquemas de corrupção estão enraizados no sector florestal que até permitem aos operadores florestais transportarem diversas quantidades de madeira com recurso aos mesmos documentos.

Fonte: Carta mz

You may also like

Leave a Comment

Para nós, a comunicação é dinâmica e assume diversas formas, por isso oferecemos um vasto leque de soluções que permitem obter a percepção sobre a marca e definir as melhores mensagens e formatos para impactar no mercado.

Blog

Press Releases

Todos os Direitos Reservados

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00