Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024
Home Sociedade Instituto Agrário de Bilibiza reabre 18 meses depois do ataque terrorista, mas… em Chiúre

Instituto Agrário de Bilibiza reabre 18 meses depois do ataque terrorista, mas… em Chiúre

by admin
0 comment

Fonte: Carta mz

Já está em funcionamento o Instituto Agrário de Bilibiza, encerrado em Janeiro de 2020, após o ataque terrorista à sede do Posto Administrativo de Bilibiza, distrito de Quissanga, província de Cabo Delgado, que culminou com a vandalização daquele estabelecimento de ensino técnico-profissional.

A informação foi avançada esta segunda-feira, em comunicado de imprensa, pela Embaixada dos Estados Unidos da América, em Maputo. De acordo com a nota, a reabertura daquele estabelecimento de ensino teve lugar no passado dia 09 de Julho, contado já com 300 estudantes.

Entretanto, segundo a Embaixada norte-americana, o Instituto Agrário de Bilibiza foi transferido do distrito de Quissanga para o distrito de Chiúre, devido à insegurança que reina naquele ponto do país. Aliás, a nota sublinha que a transferência ocorreu em Fevereiro do ano passado, porém, devido ao avançado estado de degradação das infra-estruturas alocadas, as mesmas necessitaram de uma reabilitação, cujas obras duraram mais de um ano.

“Em Fevereiro de 2020, o Instituto Agrário de Bilibiza encontrou um porto seguro no distrito de Chiúre. Dada a contínua insegurança no norte, o Instituto decidiu mudar-se definitivamente para este local. Recebeu uma infra-estrutura governamental que não estava a ser usada, mas os edifícios estavam em mau estado, o que impediu a reabertura do Instituto por mais de um ano. O programa Tuko Pamoja da USAID, que apoia a subsistência em Cabo Delgado, trabalhou com o Instituto para concluir a reabilitação até Julho, mesmo a tempo da escola reabrir as portas a 300 estudantes que irão continuar os seus estudos”, escreve a nota a que “Carta” teve acesso.

Segundo o governo norte-americano, a reabilitação e retomada das aulas constituem o primeiro passo para a recuperação, a longo prazo, do Instituto Agrário de Bilibiza.

“O Instituto reabilitado irá proporcionar aos seus estudantes uma educação de qualidade que lhes dará os conhecimentos e competências necessárias para trabalharem no sector agrícola. (…) O Instituto planeia utilizar os terrenos circundantes para demonstração agrícola para que os alunos possam praticar as suas competências fora da sala de aulas”, sublinha a fonte.

A nota enviada pela Embaixada norte-americana não avança o valor gasto pela reabilitação do empreendimento, porém, sublinha que os EUA investem mais de 100 milhões de USD na província de Cabo Delgado para uma série de programas de resiliência comunitária e assistência humanitária.


Criado em 1982, sublinhe-se, o Instituto Agrário de Bilibiza era, antes do ataque terrorista, o principal local de formação de técnicos agrícolas da província. À data dos factos, o Instituto contava com cerca de 500 estudantes e 24 docentes.

You may also like

Leave a Comment

Para nós, a comunicação é dinâmica e assume diversas formas, por isso oferecemos um vasto leque de soluções que permitem obter a percepção sobre a marca e definir as melhores mensagens e formatos para impactar no mercado.

Blog

Press Releases

Todos os Direitos Reservados

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00