Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024
Home Internacional Ministro britânico se desculpa por criticar quem se “acovarda” da covid

Ministro britânico se desculpa por criticar quem se “acovarda” da covid

by admin
0 comment

Fonte: DW

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, ao lado de Sajid Javid, que assumiu recentemente o Ministério da Saúde

Em tuíte, titular da Saúde disse que se recuperou rápido da doença graças à vacinação e pediu aos britânicos que não “se acovardem” do vírus. Após críticas, Sajid Javid reconhece “escolha errada de palavras”.

O ministro da Saúde do Reino Unido, Sajid Javid, pediu desculpas neste domingo (25/07) por uma declaração publicada no Twitter em que ele dizia para os britânicos não “se acovardarem” diante do coronavírus.

Alvo de uma enxurrada de críticas, ele se retratou em nova postagem na rede social, dizendo que fez “uma escolha errada de palavras” e que o tuíte foi apagado.

“Apaguei um tuíte no qual usei o termo ‘acovardar-se’. Eu estava expressando minha gratidão pelo fato de as vacinas nos terem permitido recuperar como sociedade, mas fiz a escolha errada das palavras e peço sinceras desculpas. Como muitos, eu perdi entes queridos para este vírus horrível e nunca minimizaria seu impacto”, escreveu o ministro no Twitter.

A postagem original foi feita no sábado para anunciar que ele havia se recuperado da covid-19 uma semana após ter recebido o diagnóstico. O político tomou as duas doses da vacina contra o vírus.

“Recuperação completa da covid uma semana após testar positivo. Sintomas foram muito leves, graças às incríveis vacinas. Por favor – se você ainda não o fez – tome sua dose, enquanto nós aprendemos a viver com esse vírus, em vez de se acovardar dele”, escreveu Javid.

O ministro foi criticado e acusado de insensibilidade por usar o termo “acovardar-se” (cower, em inglês) enquanto dezenas de milhares de pessoas morreram no Reino Unido em decorrência da covid-19, e muitos ainda tentam se proteger de infecções.

Políticos, associações de afetados pela covid-19 e a imprensa se voltaram contra as palavras de Javid, que tomou posse há apenas um mês. Ele assumiu o cargo após a renúncia de Matt Hancock, que violou as restrições sociais contra a pandemia com a amante.

Angela Rayner, vice-líder do Partido Trabalhista, foi uma das parlamentares do partido da oposição que criticaram a escolha de palavras de Javid.

“127 mil pessoas morreram com este vírus, dos quais dezenas de milhares ainda estariam aqui se não fosse pelas falhas catastróficas do seu governo”, escreveu ela no Twitter. “Então como você ousa criticar as pessoas por tentarem manter a si mesmas e suas famílias seguras?”

O Reino Unido enfrenta agora uma nova onda de covid-19, em meio à chegada da variante delta, altamente contagiosa. Mortes e hospitalizações estão em alta, embora em taxas muito mais lentas do que as ondas anteriores, principalmente devido a uma campanha de vacinação bem-sucedida.

O país é um dos mais afetados pela pandemia no mundo. Ao todo, soma mais de 5,7 milhões de casos de infecção e 129 mil mortes ligadas ao vírus, segundo dados da Universidade Johns Hopkins deste domingo. Quase 70% da população adulta no país já recebeu duas doses da vacina.

You may also like

Leave a Comment

Para nós, a comunicação é dinâmica e assume diversas formas, por isso oferecemos um vasto leque de soluções que permitem obter a percepção sobre a marca e definir as melhores mensagens e formatos para impactar no mercado.

Blog

Press Releases

Todos os Direitos Reservados

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00