Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
Home Cultura SEXTA EDIÇÃO DA FEIRA DO LIVRO DE MAPUTO EM OUTUBRO: Homenagem ao escritor moçambicano Ungulani Ba Ka Khossa aniversariante de 1º de Agosto

SEXTA EDIÇÃO DA FEIRA DO LIVRO DE MAPUTO EM OUTUBRO: Homenagem ao escritor moçambicano Ungulani Ba Ka Khossa aniversariante de 1º de Agosto

by Claudia Guila
0 comment

Fonte: Vertical

O Escritor moçambicano, Ungulani Ba Ka Khosa, é a figura central nos dias 21 a 23 de Outubro próximo, da Sexta Edição da Feira do Livro de Maputo que tem Cabo Verde, como País Convidado de Honra.

Durante 3 dias, a cidade de Maputo será palco de conversas com autores, música, mesas de debate, leituras encenadas, contadores de histórias, concursos literários, lançamentos, entre outras actividades.

Em breve serão divulgados os nomes dos convidados que farão parte desta iniciativa que celebra a literatura, em geral, e a obra de um dos cem melhores autores africanos do século XX, em particular.

BIOGRAFIA DE UNGULANI BA KA KHOSSA

Ungulani Ba Ka Khosa, nome tsonga (grupo étnico do sul de Moçambique) de Francisco Essau Cossa, nasceu a 1º de Agosto de 1957, em Inhaminga, distrito de Cheringoma, província de Sofala, Moçambique.

No próximo domingo, dia 1` de Agosto, Ungulani Ba Ka Khosa, completa 64 anos de idade!

Professor de carreira, exerceu funções importantes em Moçambique como as de director do Instituto Nacional do Livro e do Disco e director adjunto do Instituto Nacional de Cinema e Audiovisual de Moçambique. Durante a década de 90, foi cronista assíduo de vários jornais. Foi Secretário-geral da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO) e director do Instituto Nacional do Livro e do Disco (INLD).

OBRAS PUBLICADAS

Ualalapi. Maputo: Associação dos Escritores Moçambicanos, 1987. Orgia dos loucos. Maputo: Associação dos Escritores Moçambicanos, 1990.

Histórias de amor e espanto. Maputo: INLD, 1993.

No reino dos abutres. Maputo: Imprensa Universitária, 2002.

Os sobreviventes da noite. Maputo: Texto Editora, 2005.

Orgia dos loucos. Maputo: Alcance, 2008. Choriro.

Lisboa: Sextante Editora, 2009.

O rei mocho. Maputo: Escola Portuguesa de Moçambique, 2012. Ualalapi.

Belo Horizonte: Nandyala, 2013. Entre as memórias silenciadas.

Maputo: Texto Editora, 2013. Gungunhana.

Porto: Porto Editora; Maputo: Plural Editores, 2018.

PRÉMIOS

Grande Prémio de Ficção Narrativa, com Ualalapi (1987), 1990.

Prémio Nacional de Ficção, com Ualalapi (1987), 1994.

Um dos 100 melhores romances africanos do século XX: Ualalapi (1987), 2002.

Prémio José Craveirinha de Literatura, com Os sobreviventes da noite (2005).

Prémio BCI de Literatura, com Entre as memórias silenciadas (2013), 2013.

Ordem de Rio Branco, Grau de Comendador (2018) concedido pelo Governo Brasileiro, pelos 30 anos de carreira literária, iniciada com a publicação de Ualalapi, em 1987.

Prémio José Craveirinha de Literatura, pelo conjunto da obra literária (2018).

You may also like

Leave a Comment

Para nós, a comunicação é dinâmica e assume diversas formas, por isso oferecemos um vasto leque de soluções que permitem obter a percepção sobre a marca e definir as melhores mensagens e formatos para impactar no mercado.

Blog

Press Releases

Todos os Direitos Reservados

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00